Qual é o novo recurso de desaparecimento de tuítes do Twitter?

Em março de 2020, o Twitter iniciou um teste no Brasil que permitiu que tuites desaparecessem após 24 horas, semelhante ao “stories” do Instagram e do Snapchat.

Conhecidas como “Fleets”, as mensagens que desaparecem não são mostradas no seu timeline, ao invés disso, elas só podem ser visualizadas tocando na foto do seu perfil. Além disso, as pessoas só podem interagir com elas usando mensagens diretas – as respostas serão, portanto, uma conversa privada ao invés de uma discussão pública. O líder de produtos da empresa, Kayvon Beykpour, disse que o recurso foi introduzido para lidar com a ansiedade que impede certas pessoas de falarem no Twitter.

Como funciona a Fleet?

Para criar uma Fleet, você precisa tocar no ícone “+” na parte superior da página inicial – imagens, vídeos e GIFs podem ser incluídos, desde que tenham no máximo 280 caracteres. Depois de postar, qualquer pessoa no Twitter pode visualizar a Fleets clicando na sua foto de perfil – ao contrário do “stories” do Instagram, onde você pode usar a opção de “melhores amigos” para compartilhar sua história com um grupo seleto de seus seguidores.

 

Qual é o objetivo das Fleets?

O objetivo de apresentar o recurso Fleets é fazer com que os usuários compartilhem seus pensamentos passageiros que, de outra forma, dificilmente seriam tuitados. Em uma postagem no blog, o Twitter disse que vai examinar como o novo recurso “muda a maneira que você interage e se permite que você compartilhe o que está pensando de forma mais confortável”. Dessa forma, as Fleets não podem ser retuitadas e os seguidores não poderão “curtir” o conteúdo.

Esse novo recurso é a resposta do Twitter aos usuários que desejam escolher se determinado conteúdo de mídia social é mais ou menos permanente. Desde março de 2020, tudo que você tuitou é, por padrão, armazenado e pesquisável para sempre. No passado, isso se mostrou problemático para algumas pessoas que tiveram seus tuítes antigos pesquisados para entrevistas de emprego e outras situações profissionais, bem como para repórteres que lutaram para separar seus pensamentos públicos e privados na plataforma.

A esperança é que o Fleets torne a plataforma mais atraente para aquelas pessoas que não querem seus posts acessíveis para sempre. Nesse sentido, o Twitter está se juntando a outras redes de mídia social para trabalhar maneiras de reduzir a pressão que algumas pessoas sentem com números de curtidas e outras métricas, como o teste do Instagram de remover curtidas em 2019.

 

Quais são as preocupações?

Como acontece com qualquer coisa que não seja permanente nas redes sociais, existe o temor de que o desaparecimento de tuites torne mais difícil responsabilizar as pessoas por assédio online e até mesmo encoraje-o.

Isso ocorre porque será mais difícil coletar evidências e vai atribuir ao usuário a responsabilidade de fazer capturas de tela, ao invés de o próprio Twitter fazer isso através dos seus servidores. Além disso, o fato de as pessoas sentirem que não serão responsabilizadas por suas Fleets, pode resultar na publicação de assuntos que normalmente não seriam discutidos por medo das repercussões.

Para combater isso, o Twitter já disse que o Fleets estará sujeito às mesmas regras dos tuites e que a empresa tomará medidas coercitivas contra os infratores e os usuários também poderão denunciar o conteúdo. Como tal, a empresa irá manter uma cópia do Fleets “por um tempo limitado” para revisar qualquer conteúdo considerado inaceitável, antes de excluí-lo dos sistemas do Twitter. No entanto, existem preocupações de que esta política não seja capaz de impedir a propagação de outros danos potenciais, como por exemplo as notícias falsas (fake news).

Lembre-se: se o uso da mídia social está fazendo você se sentir estressado, ansioso, deprimido ou indisposto, existem etapas que você pode seguir para melhorar seu bem-estar ao usar a plataforma:

  1. Faça uma pausa
  2. Use um cronômetro para limitar sua exposição no aplicativo
  3. Passe algum tempo com os amigos
  4. Fale com um amigo ou familiar de confiança
  5. Exclua o aplicativo

Neste estágio, não está claro se o Fleets se tornará um recurso permanente ou até mesmo se será implementado globalmente e o Twitter está aceitando qualquer feedback dos usuários.

Você gosta dessa ideia do Fleets? Deixe-nos saber nos comentários abaixo. E, se você gostou deste post, dê uma olhada aqui: