Proteção de dados: quais são meus direitos sobre meus dados?

Devido ao aumento de ataques cibernéticos e violações de dados, devemos ter muito cuidado com as informações que disponibilizamos on-line ou para outras organizações. Muitas vezes, não podemos acessar os serviços sem confirmar nossos dados, e por isso, somos obrigados a enviar nossos detalhes. No entanto, uma vez que fazemos isso, as organizações têm o dever de manter essas informações seguras e privadas. Existem leis de proteção de dados na maioria dos países (como os novos regulamentos GDPR da União Européia (UE)). Uma vez que fornecemos nossas informações pessoais, temos o direito de acessar, alterar e, em alguns casos, excluir o que foi armazenado.

Todos nós temos direitos de saber quais detalhes uma empresa possui a nosso respeito. No entanto, é importante notar que isto só se aplica quando seus detalhes são:

  • Armazenados em um computador
  • Mantidos em papel ou formato semelhante
  • Compilados em gravações de fotos/vídeos de si mesmo

Se você deseja ver como seus dados estão sendo armazenados ou quem tem acesso a eles, recomendamos entrar em contato com a organização em questão. Com relação à proteção de dados, elas são obrigadas a fornecer uma cópia de suas informações pessoais, mantê-las somente pelo tempo necessário ou pelo tempo previamente indicado, bem como atualizar qualquer imprecisão.

Ao escrever para a organização em questão, você tem o direito de evitar o uso ou de remover seus dados pessoais usados para fins de marketing. Este pedido deve ser executado com 40 dias, ao final dos quais você deverá ser notificado pela organização. Da mesma forma, se você acredita que as informações que eles mantêm não sejam necessárias, você pode solicitar formalmente que elas sejam apagadas. No entanto, tenha em mente que alguns dos seus detalhes são necessários para o acesso de determinados serviços e, portanto, excluir suas informações pode resultar na suspensão dos mesmos.

Se você acha que uma organização não está disposta a entregar as informações que possui, você pode entrar em contato com o Escritório da Comissão de Informação do seu país. Basta escrever para o comissário, via e-mail ou carta, explicando seu caso (incluindo os detalhes da organização ofensiva) e eles analisarão isso em seu nome. Se o comissário concordar com o seu caso, ele podem solicitar que a organização siga a lei e entregue suas informações. Por favor, perceba que compensações não serão concedidas.

Com os ataques cibernéticos se tornando mais comuns, nunca foi tão importante saber quais dados pessoais determinadas organizações detêm sobre você. Embora muitas vezes nos sintamos obrigados a fornecer essas informações para acessar um serviço, temos direito de acesso, alteração e remoção desses dados, se acharmos necessário.