O 5G pode afetar minha saúde?

Considerando todos os benefícios da rede 5G em relação a rede 4G, que incluem: velocidade mais rápida, latência mais baixa e maior usabilidade, muitas pessoas expressaram também preocupação em como ele pode afetar a saúde do usuário.

Embora essa preocupação com o impacto da radiação móvel no corpo não seja novidade, ela reapareceu após o lançamento da rede 5G em várias cidades do Reino Unido.

O governo está convencido de que é perfeitamente seguro e de que o público não tem nada com o que se preocupar. Mas, mesmo assim, quisemos analisar essas preocupações.

Qual é a preocupação?

Para entender verdadeiramente as preocupações a respeito da rede 5G, é preciso saber brevemente sobre o que é a radiação eletromagnética e como ela funciona… Portanto, acompanhe com a gente esta breve aula de ciências. O espectro eletromagnético é natural e contém formas conhecidas, como a luz visível (ilustrada no diagrama abaixo).

A radiação eletromagnética é medida em frequência e comprimentos de onda. Radiação em frequências mais baixas e comprimentos de onda maiores que a luz visível é conhecida como micro-ondas e ondas de rádio.

Telefones celulares usam micro-ondas e ondas de rádio para se comunicar. A tecnologia 5G usa apenas outra parte desse espectro – a porção de 22Ghz a 86GHz. É importante ressaltar que essa parte do espectro não é ionizante, o que significa que é incapaz de quebrar as ligações moleculares do corpo humano e fazer com que cada molécula tenha uma carga elétrica.

No entanto, é aí que estão as preocupações. Enquanto a radiação não ionizante é mais fraca do que o tipo ionizante, acredita-se ainda que ela possa alterar nosso corpo. Tais afirmações chegam a dizer que ela é uma das principais causas de doenças crônicas e terminais.

Por que é dito isso?

Quando você usa seu celular, ele está emitindo ondas de rádio que atingem o corpo humano. Estas são então absorvidas pelo tecido humano e simplesmente transformadas em energia.  

A pesquisa científica não mostrou que as ondas de rádio alteram a estrutura molecular de qualquer um desses tecidos. Ela mostrou, no entanto, que essas ondas podem aumentar a temperatura das células em 0,2 graus Celsius, mas isso é equivalente a um aumento natural durante a prática de exercício físico, e não é considerado um risco para a saúde.

Foi feita uma extensa pesquisa sobre o impacto e a exposição prolongada do corpo às ondas de rádio e os estudos foram inconclusivos.

No entanto, governos e organizações de saúde em todo o mundo são conclusivos e afirmam que a rede 5G não apresenta riscos à saúde pública.

É certamente uma tecnologia empolgante e, sem qualquer prova de que ela possa afetar sua saúde, você tem todos os motivos para aproveitar os benefícios sem se preocupar com o impacto no seu corpo.

Você achou este artigo interessante? Por que não conferir alguns de nossos outros posts: