Como usar o Zoom com segurança?

Uma das características definidoras da vida em quarentena é o grande aumento das reuniões on-line. Elas ajudaram empresas e colegas a se manterem produtivos e em contato, trazendo os ingredientes essenciais como rostos e linguagem corporal para reuniões virtuais. Mas elas têm sido usadas para muito mais do que apenas trabalho – amigos e familiares também se reúnem para manter contato, tomar drinks virtuais ou brincar de perguntas e repostas.

Existem muitas ferramentas para reuniões on-line, mas uma em particular realmente cativou o público: o Zoom. Como um serviço gratuito fácil de usar e compatível com a maioria dos computadores e smartphones, sua popularidade tem crescido cada vez mais.

Mas há controvérsias. Surgiram histórias de intrusos invadindo reuniões dos outros (uma prática que rapidamente se tornou conhecida como ‘”zoombombing”), seja para causar danos ou interceptar informações.

O Zoom anunciou agora que irá introduzir criptografia ponta a ponta para todos os usuários para ajudar a fornecer uma experiência mais segura. Mas ainda existem várias práticas recomendadas que você deve seguir para garantir que você e seus dados permaneçam seguros. Aqui estão cinco dicas simples:

1. Mantenha sua conta e suas reuniões protegidas

Como em qualquer outra conta on-line, certifique-se de escolher uma senha forte e exclusiva que não seja fácil de adivinhar.

Há uma consideração adicional no Zoom – sua ID de reunião pessoal, fornecida a você quando você configura sua conta. Mantenha esse ID seguro, porque qualquer pessoa que o tiver pode, em teoria, participar de qualquer reunião que você hospedar.

Também é uma prática recomendada configurar uma senha para cada reunião que você organizar. Embora possa parecer uma tarefa árdua, especialmente para uma reunião rápida com sua família, isso gera um elemento adicional de proteção.

2. Tenha cuidado ao compartilhar links para reuniões

Se você estiver tendo uma reunião pública, da qual amigos e familiares podem participar, esteja ciente de que qualquer pessoa pode obter acesso se tiver o link correto. Portanto, ao compartilhar o link com as pessoas que você deseja incluir, faça isso por meio de uma mensagem individual, como um e-mail ou mensagem de texto – e peça que não compartilhem com mais ninguém.

Em particular, não poste links para suas reuniões em plataformas de rede social. Os trolls são conhecidos por pesquisar nas redes sociais, links públicos do Zoom em que possam entrar.

3. Mantenha a sala de espera habilitada

Se um visitante indesejado de alguma forma encontrar sua reunião, ele não poderá entrar na conversa se você tiver o recurso de sala de espera habilitado. Isso dá a você o controle de quando os participantes podem entrar e o poder de remover as pessoas.

4. Lembre-se de checar o que está na tela antes de compartilhar

Como muitas outras ferramentas de reunião on-line, o compartilhamento de tela é um recurso chave do Zoom. Ao compartilhar sua tela, pare um segundo para considerar quais informações você pode tornar públicas – seja um documento confidencial que você abriu ou uma conta pessoal de e-mail ou banco on-line.

5. Cuidado com os imitadores

Como acontece com qualquer grande tendência on-line, os golpistas estão entrando no movimento do Zoom. Tenha muito cuidado com os falsos aplicativos Zoom em lojas de aplicativos de smartphones – sempre use os aplicativos oficiais e verifique as avaliações se precisar ter certeza. Você também deve estar atento a tentativas de phishing usando URLs falsos de reunião do Zoom para fazer você clicar em um link malicioso. Não clique em nada antes de ter certeza e, se houver alguma dúvida, verifique com o remetente se a reunião é genuína. Você pode descobrir mais sobre como os golpes de phishing funcionam aqui.

Se você tiver dúvidas sobre a segurança das reuniões on-line ou tem dicas para compartilhar, deixe um comentário abaixo. E confira nossas postagens sobre tópicos semelhantes: