Como se prevenir de crimes bancários na internet

Com a notícia de que atacantes cibernéticos roubaram milhões de contas bancárias em todo o mundo utilizando malwares, segurança bancária online tornou-se mais importante do que nunca. Segundo a Agência Nacional de Crime do Reino Unido, uma recente onda de ataques causou aproximadamente US $ 100 milhões em perdas a nível mundial.

Os atacantes usaram um malware conhecido como Dridex, que registrou detalhes de login de usuários e circulou a informação entre redes criminosas.

Tenha cuidado com anexos

Evite abrir e-mails que dizem ser do seu banco e que contém um anexo, a menos que você, pessoalmente, tenha pedido para ser contactado dessa forma.

Os bancos não pedem informações de clientes via e-mail, então você deve imediatamente colocar em quarentena e excluir qualquer mensagem em sua caixa de entrada que solicite números de senhas ou de sua conta.

Altere periodicamente o seu login

Parece simples, mas muitas pessoas mantêm os mesmos detalhes de login durante anos. Alterar seu nome de usuário e senha regularmente, significa que é mais difícil para um vírus como o Dridex passar informações que poderiam ser usadas para acessar sua conta.

Não use rede pública de Wi-Fi para serviços bancários online

Existem alguns riscos em utilizar um hotspot Wi-Fi público e não é aconselhável realizar transações financeiras desse jeito quando estiver utilizando um. É sabido que criminosos criam redes públicas falsas com títulos plausíveis, e podem assim, interceptar seu teclado e descobrir suas senhas e códigos de acesso.

Se você realmente precisa finalizar uma transação financeira utilizando uma rede pública, certifique-se de verificar se o site utilizado começa com “https” e checar com um membro da equipe que trabalha ali se a rede que você está usando é realmente a rede Wi-Fi que o local oferece.

No entanto, é definitivamente desaconselhável a manipulação de suas contas bancárias em uma rede pública.

Escolha um banco com autenticação de soft/hard token

A autenticação que utiliza dois fatores proporciona mais segurança para a sua conta bancária. O usuário é contemplado com um número de identificação pessoal (PIN) e seu token codificado exclusivamente para identificar o usuário para o serviço. De forma inteligente, esse código muda rapidamente, muitas vezes dentro de minutos, dificultando assim que atacantes cibernéticos tenham acesso a seus dados de login ou ao seu dinheiro.

Quando você estiver escolhendo um banco, reserve um tempo para pesquisar sobre os procedimentos de segurança que ele utiliza.

Os passos acima devem ajudá-lo a diminuir os riscos decorrentes de um ataque cibernético. E não leva muito tempo para garantir a segurança do seu dinheiro.